mailing

Mailing: Como fazer corretamente

Mailing: Conceito, como fazer e dicas

Mailing já é considerada uma prática rotineira no Brasil, contudo, explorada de forma errada e pouco efetiva. Você sabe o que é o malling? Como fazer? Ter bons resultados? Se respondeu não para algumas das perguntas, pode estar deixando de ganhar dinheiro com seu empreendimento.

O mailing é um cadastro com dados de consumidores ou potenciais consumidores, a própria lista de e-mails (link) pode ser considerada uma espécie de mailing. Quer aprender a fazer e utilizar corretamente o mailing no seu negócio? Então acompanhe:

O que é o Mailing: Conceito

O mailing pode ser visto como uma ferramenta costumeiramente utilizada para marketing direto, ou seja, aquele em que a empresa entra em contato com pessoas potencialmente interessadas no produto ou não para oferecer seus serviços/produtos.

Mailing é um banco de dados com as informações de todos os potenciais compradores, seja nome, endereço, telefone, data de compra anterior, quem indicou, aniversário, renda mensal média, entre outras informações relevantes.

É importante manter este banco de dados o mais completo, contudo, nem sempre é uma tarefa fácil, já que as pessoas evitam fornecer informações pessoais.

Existem basicamente 2 formas de você ter uma mailing, comprando-a ou construindo.

Comprar ou Construir a Mailing?

Esta é uma dúvida comum entre proprietários de negócios e responsáveis pelo marketing/publicidade. Construir a sua própria lista de contatos é uma tarefa árdua e demorada, por isso muitas pessoas preferem comprar, mas acredite, é uma péssima ideia.

A compra de uma mailing raramente trará bons resultados, isso porque contempla pontos negativos, os principais são:

  • Custo para adquirir;
  • Pessoas não conhecem sua empresa;
  • Falta de credibilidade para entrar em contato;
  • Público desinteressado no produto;
  • Inexistência de segmentação;
  • Dados desatualizados ou incompletos;
  • Alto custo para conseguir transformar contatos em clientes;

Esses são os principais motivos do porquê é uma péssima opção adquirir mailing pronta, então evite-as.

Já a construção da sua própria mailing, embora demorada, irá lhe trazer resultados duradouros e o custo para converter um consumidor em cliente é baixo, pois já conhece sua marca, deu-lhe os dados para contato (permissão) e também está interessado no nicho de atuação da sua empresa, já que ele mesmo lhe forneceu os dados.

Com um bom trabalho de captação de mailing, pode-se construir uma listagem de contatos em aproximadamente 4 a 6 meses.

Como criar uma mailing de qualidade

como-criar-mailing
Veja como criar uma mailing corretamente e obter bons resultados

Então, se o ideal é criar sua própria mailing, como fazer isso? Afinal, as pessoas costumam ter aversão à fornecer dados, seja em estabelecimento físico ou online.

O primeiro passo é entender que “mascarar” para receber os dados é uma opção ruim, pois você não terá a “permissão”, consequentemente, ao entrar em contato, será mal recebido.

Exemplo de práticas de mascarar para receber os dados está o famoso “cadastro para emissão de nota”, muitas vezes obrigatório nas empresas. Este cadastro costuma ficar na mailing das empresas e, posteriormente, entram em contato com você ou revendem seus dados. Absurdo, não acha?

Uma mailing de sucesso observa X aspectos:

  • Interesse do consumidor;
  • Permissão;
  • Dados;

Você deve criar uma estratégia de captação de dados levando os aspectos acima em consideração, por exemplo:

“ Paulo tem interesse em X tipo de serviço [interesse/segmentação], permite que você deixe seus dados porque irá receber descontos ou tornar-se um cliente vip [permissão] e fornece nome, data de nascimento, endereço e telefone [dados]”.

Dificilmente uma pessoa que pode se tornar um cliente fiel irá lhe fornecer dados sem uma contraprestação atrativa, por isso programas de fidelidade costumam ser boa opção para criar uma mailing matadora.

Quando se trata de captação de dados e criação de mailing online (markting digital) para utilizar um autoresponder ou e-mail marketing o ideal é utilizar o marketing de conteúdo ou a famosa ‘isca digital’, a qual você oferece uma recompensa (e-book, vídeo, brinde, bônus, acesso restrito, etc) para que a pessoa lhe deixe os dados cadastrais e receba a contraprestação. Com certeza é uma das melhores opções.

Dicas para criar a mailing

Separamos algumas dicas importantes para você criar a mailing, as quais costumam ser as responsáveis pelo insucesso da maioria dos empreendedores, vamos lá:

  1. Tenha paciência

Mailing não se constrói do dia para a noite, leva-se meses e, até lá, você deve ter paciência. É neste momento que empresários acabam pagando verdadeiras fortunas por uma lista de contatos e no final, frustram-se por não terem resultados.

  1. Não force!

Tentar obrigar o consumidor a repassar as informações para a mailing criará uma aversão pela sua empresa. Com isso, mesmo que forneça os dados, ao entrar em contato estará fadado ao insucesso, pois a imagem do seu negócio foi prejudicada, e pior, não comprará de você ou indicará sua empresa. Cuidado!

  1. Sempre dê algo em troca

Esta é uma regra básica para quem deseja formar um cadastro de dados de consumidores, entregar algo em troca.

Desenvolva um plano de fidelidade na sua empresa ou até mesmo um cartão, como é o famoso “cartão Panvel” ou de outros estabelecimentos, isso faz com que a pessoa informe os dados para mailing e ao mesmo tempo compre novamente para obter os descontos.

Como utilizar a Mailing corretamente

Você finalmente criou a sua mailing e agora é o momento de utilizá-la, conseguir clientes e aumentar as vendas. Parece simples, correto? Mas não é!

Existe uma linha tênue entre conquistar o cliente ou tornar-se um chato e desenvolver aversão a marca, é extremamente sutil.

Pegar a mailing e ligar cliente por cliente é certeza de por fora o esforço para construir a lista. Então, o que fazer?

Simples, tenha um motivo para o contato.

É preciso que soe natural o seu contato com o cliente, isso fará com que as resistências e objeções diminuam, facilitando a obtenção de um bom resultado.

Você pode ligar, por exemplo, informando que ele foi sorteado para um desconto de X% na loja ou em determinada categoria de produto, como é o caso do perfume, ou até mesmo que faz parte de uma lista de clientes antigos e faz jus a um bônus, que basta ir até a loja buscar.

Quando se trata de mailing online, enviar um e-mail com uma proposta ou nova isca digital para que a pessoa engaje novamente antes de oferecer o produto/serviço é sempre uma boa ideia.

Pronto para criar sua mailing e trabalhar com sucesso com esta ferramenta? Comente!

Publicado por

Matheus Amaral

Redator profissional, especializado em marketing digital e que adora curtir uma viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *